Compreendendo os Segredos do Tai Ji


1

104010-med

2

173817-med

3

134213-med

4

372037-med

5

240524-med

O Tai Ji Zun

Conceitos Gerais sobre o Yin e Yang

Na cultura chinesa, compreender o Dao era um tema recorrente na Tradição Mi Djun (Consciência Filosófica). Os grandes Mestres, como Lao Ze, e anteriormente Fu Xi, tentaram explicar a chamada Essência Intocável; para eles e outros muitos sábios daoístas, tudo era manifestado através de um Vazio pleno em si mesmo, “denominado” Wu Ji. Dele, uma Centelha de Criação permitia o surgimento das polaridades primárias absolutas, o Yin e Yang, e a partir das relações dinâmicas entre ambas, o sentido de evolução e movimento da Essência à Substância (ou como os chineses chamavam, as 10.000 coisas).

As Evoluções Qualitativas do Tai Ji

– 1/ Oposição: o Yang e Yin são duas polaridades opostas de uma mesma manifestação, como o Céu e a Terra, a Luz e Escuridão, Masculino e Feminino, etc. Representa a fase da dualidade, da visão fragmentada da Alegria e Tristeza, do Bem e Mal absolutos que lutam incessantemente anulando um ao outro.

– 2/ Intertransformação: os dois aspectos (Yin e Yang) podem transmutar-se entre si. Isto acontece quando um sistema chega ao extremo.
– 3/ Interpolação: nesse “estágio” perceptivo, observa-se não mais um combate rígido das forças contrárias Yang / Yin, mas sim um processo de transformação de uma energia na outra. O Yang indubitavelmente tende ao Yin, e vice-versa, como a noite que se transforma no dia, e na vida se direciona à morte (tudo na matéria é relativo e mutável).

– 4/ Complementaridade: tem-se a compreensão de que Yang e Yin são indivisíveis e que uma não existe sem a outra. O Alto só é devido ao Magro, e o Masculino só reconhecido como tal por causa do Feminino.

– 5/ Interdependência: uma parcela do Yin se manifesta no Yang, e vice-versa, tal qual a sábia observação de que não existe problema sem solução.

– 6/ Alquimia: quando os 5 tópicos anteriores são compreendidos, o Wu Wei (não ação) é finalmente assimilado na Ação, tornando cada movimento pleno em si mesmo. Manifesta-se o Wu Ji (o Vazio) no Cheio, o Ser sem Estar; morre então o Ego, e o Mortal alquimiza-se em Imortal.